11.5.12

In my own way


Você já parou para pensar no que realmente te motiva? No que te faz levantar da cama todos os dias e seguir com a vida? Para fazer qualquer coisa que seja, todos precisamos de um pouco de motivação, e sem ela parece que as coisas não fazem muito sentido.
Nesses últimos tempos, analisando bem a fundo, fuçando cada detalhe dentro de mim para encontrar de onde brotava toda a insatisfação que eu vinha sentindo, descobri que a essência da vida é ter algo a que se apegar. Não um objeto, uma pessoa ou uma religião especificamente, mas alguma coisa que represente uma força que faz a engrenagem toda rodar.
Às vezes levamos a vida no piloto automático e não temos muito tempo para questionar esse tipo de coisa. Nossas maiores preocupações são as contas a pagar, as metas no trabalho, o relacionamento que demanda dedicação... Não acaba sobrando nenhum espacinho para pensar se o que estamos fazendo é de fato o que queremos. E, sim, é importante saber o que se quer!

Pensei em tudo isso porque não gostaria de chegar aos 80 anos, olhar para trás e perceber que a vida passou tão rápido que nem deu para sentir o gostinho bom de viver plenamente. E querem saber do que mais? É muito bom tomar consciência do que se quer verdade. Porque isso toma seu corpo com uma força tão libertadora, que se não se segurar é capaz que seja arremessado para frente sem ao menos perceber.
We've gotta make it rain somehow
Mon coeur s'ouvre a toi. (♥)

Tire um tempo para si e se vasculhe inteiro em busca daquilo que você imagina que mais possa te fazer bem. Não se acomode no trabalho que te faz estagnar,fuja do relacionamento que te diminui como pessoa, afaste-se dos amigos que sugam sua energia e desfaça os laços que te prendam onde você não quer permanecer. Pode soar um grande clichê dos livros de auto-ajuda, mas conhecer a si mesmo e saber tudo que deseja é a maior motivação que você precisa para levar a vida do jeito que mais te faz feliz. Faça seu próprio caminho!

Eu redescobri o meu caminho. Ele estava perdido entre os montes de problemas que eu mesma estava criando. Reencontrá-la foi como um sopro de renovação e cá estou eu de novo, viva e pronta para continuar a fazer o que mais amo na vida. Sim, eu só vim pra escrever! E para viver do meu jeito.  


P.S. E este blog? Bom, ele também não morreu.


Beijos,






Update: as imagens não ficaram bem editadas como eu gostaria, pois o blogger está meio zuado. Bom, mas em breve o blog será reestruturado e terá ótimas novidades. Tenho certeza que esses probleminhas não vão mais acontecer.


7 comentários:

Coisas da Vida disse...

Olá Gabi!

Há algum tempo que não passava aqui e o que disseste foram pensadas e algumas faladas entre a madrugada de hoje e a hora de agora.
Alguma coisa me puxou a vir ler-te, e o que é certo é que sinto como que uma confirmação do que pensei e se falou, algums até como aviso confirmado :).
Há coisas curiosas, que nos baralham, mas que são momentos importantes por isso mesmo, fazem-nos olhar para dentro e fazer um update do que nos move, do que queremos e do que precisamos.
Mas são esses momentos que nos mantêm vivos e que nos permitem ir sendo e vivendo :)
Mais uma vez, obrigado pelas tuas reflexões sempre sensatas e inteligentes.

Uma beijoca grande

Petit Gabi disse...

Oi Ana!

Como é bom estar de volta e ver que você não esqueceu desse cantinho.
Obrigada de verdade por suas considerações. Essa é a melhor parte de compartilhas pensamentos.
Volte sempre!

Beijos

Matheus Farizatto disse...

Bem-vinda de volta, Petit!
Que este período tenha lhe oferecido para seguir confiante.

Adorei a receita: "Tire um tempo para si e se vasculhe inteiro em busca daquilo que você imagina que mais possa te fazer bem. Não se acomode no trabalho que te faz estagnar,fuja do relacionamento que te diminui como pessoa, afaste-se dos amigos que sugam sua energia e desfaça os laços que te prendam onde você não quer permanecer".

Um beijão.

Petit Gabi disse...

Oi Matheus!

Não imaginei que você voltaria aqui depois de tanto tempo... hehehe Mas assim como com a Ana, do comentário anterior, fico feliz que tenha voltado.
É isso aí, espero que eu permaneça confiante e não me perca mais nos labirintos malucos que crio.
Obrigada por suas considerações e segue a receita quando precisar, pra mim deu muito certo!

Beijão!

Heron Xavier disse...

Olá!

Leio seu blog desde o ano passado e me identifiquei muito com este post, já que vivo este momento agora.

E isto é muito bom, saber que precisamos olhar para nós para entendermos o que realmente buscamos neste vida.

Abs,

Petit Gabi disse...

Oi Heron!
Cara, que bacana ler teu comentário. É muito estimulante saber que as pessoas realmente leem o que eu escrevo. E fico ainda mais feliz quando se identificam com o que escrevo, assim como você.

Um abraço!

Edvando Junior disse...

Oi Gabi,

Fiquei surpreso em ler esse texto, não tinha visto ainda. Lembrei de uma das nossas conversas em q vc me contou a insatisfação q tu vinha sentindo, fico feliz em saber q isto vai se dissipando dentro de ti. A vida é assim, por vezes precisamos atravessar grandes vales até se encontrar. Hoje estou vivendo um pouco isso, mas ainda preciso me achar e reecontrar meu rumo.

Obrigado sempre, te adoro!
Ed