28.5.09

Guia prático do homem conciso.

Um manual de fábrica que todo homem deveria ter pra ser pertinente, assertivo e conciso. Por Rodrigo Furquim em uma resposta ao meu post anterior: Seja mais CONCISA.


Passo 1 - Diga Não frequentemente.
O "não" é uma das palavrinhas mais assertivas do planeta. Imagine a cena: seu chefe te pede alguma coisa e você não tá afim de fazer, você responde: "NÃO!", pronto resolvida a questão... Claro que talvez você ganhe uma carta de demissão, mas o "não" puro é conciso é eficiente sempre. Quando crianças, ao sermos questionados sobre o por quê do não, simplesmente respondemos: "Não, porquê não oras!." Impossível ser mais perfeito.


Passo 2 - Seja egoncêntrico.
Ia chamar o tópico de seja egoísta, mas egocêntrico é mais fofo e pedagogicamente aceito, segundo meu irmão pedagogo. Usando um exemplo supra citado, você não aguenta mais uma pessoa na sua vida e essa história foi longa, você leitor que é um cara da escola fleumática britânica, diz que está confuso, ou está com problemas psicológicos ou qualquer outra doença tropical... Bullshit, você só vai parecer mais idiota perante a fêmea, então, diga que não tá mais afim. E se ela perguntar o por quê você tem duas opções: um, você diz que não a suporta/ama mais, ou dois use a tática do "não infantil" que dá certo.


Passo 3 - Falar menos e fazer mais.
O ato de ser conciso está muito mais relacionado com sua atitude do que com palavras. No final das contas, o verdadeiro conciso sempre está voltado a ações, menos nhem nhem nhem, e mais mão na massa. Por isso que os homens tendem a serem mais concisos que as mulheres, estamos sempre com a mão na massa...rs
No final das contas quem é mais conciso não sei se é mais feliz, mas que se ganha mais tempo, isso ganha.
---------------------------------------------------------------------------------
Nota da Redatora:
Um rebate muito pertinente, meu caro Rodrigo. Uma opinião bem masculina da vida. rs
De fato, saber dizer "não" deve no mínimo encurtas muitos assuntos que poderiam estender-se por horas a fio... Isso realmente ajudaria na tarefa de tornar-me uma pessoa mais concisa. Egocêntrica eu já sou um pouco e o tanto fotos que tiro de mim mesma são a melhor prova disso (não que eu me orgulhe, rs, na verdade gostaria até de ser menos). E realmente egocêntrico soa melhor que egoísta, apesar de andarem de mãos dadas em muitas situações. E na hora de terminar um relacionamento, vem a calhar você pensar mais em si do que no outro. E o último, porém, não menos importante, é um tópico especial. Fazer mais! Isso é sem sombra de dúvidas o que faz com que uma pessoa seja mais sucinta, porque ao invés de se desmanchar em palavras, pode partir logo para ação e isso em qualquer situação.
---------------------------------------------------------------------------------
E então pessoal, o que acharam do manual de nosso colaborador Rodrigo? Fácil ou difícil de colocar em prática?
Aproveitando o ensejo, gostaria de agradecer a visita de todos que aparecem por aqui para dar uma olhadela nos meus textos. E, vamos comentar gente. É só com a opinião de vocês que vou saber se ando escrevendo alguma coisa que preste. rs

8 comentários:

Marco Aurelio disse...

Gostei do 3º passo, me identifiquei mais com ele.

falta um manual que tenha uma opniao feminina...

dcamarneiro disse...

Bom vamos lá...broto vc sabe muito bem que não tenho intimidade com essa "coisa" chamada relacionamento...rs...portando ser concisa torna-se bem difícil pra minha pessoa.
Sempre sei o que quero mas nunca consigo expressar até a hora que perco. Ser concisa seria uma boa, mas onde encontrar a fórmula para conseguir ser?!Tem alguma dica?! Já tentei de tudo...todos os passos...e sempre erro..não sei em qual...mas chega uma hora que erroo..e ai já viu..todo um trabalho árduo vai por água abaixo...
Na realidade o difícil é vc saber como agir com o "alvo" em questão,ele sim deveria vir com um manual, seria bem mais fácil, vcs não acham?!!?!?
rsrsrs
bjooo

Adiel Costa disse...

ola...esse seu tema, vai dar pano pra manga hein \o/

Na minha humilde opinião acho que ser conciso,está no estado de espírito da pessoal.
Tem dias que você está disposto, que você quer conversar enfim, explicar, ensinar, escrever e até desenhar uma solução, ou resposta para algum fato de sua vida pessoal.

Todos temos um lado conciso, algumas pessoas tem um certo "biotipo" para atitudes dessa natureza, outras mais controladas.

Certa vez terminei um relacionamento de 3 anos, e todo mundo sabe que 3 anos não são 3 dias, não se esquece tão fácil.
Alguns meses depois disto, quis curtir, conhecer pessoas. Conheci uma garota e fiquei uma vez, outra, e mais outra, e estava percebendo que estava começando a ficar sério, e não era isso que eu queria.
Tive que dizer não. Por quê?
Porque não! :/
Meu estado de espírito não me dava paciência para explicar aquelas baboseiras: "meu coraçãozinho está assim porque aconteceu isso”, e tal coisa, e coisa e tal.

Acho que ninguém merece esse tipo de "não", mas não me arrependo, infelizmente tive que fazer isso. Acima de tudo tenho que preservar minhas decisões e meus ideais.

bj gabi ... ô/

Patrick Roberto disse...

Dileta Gabix,
Aproveito este para comentar os dois posts, o seu e o dele, ambos muito felizes. Concisão, realmente, não se dá apenas em palavras e sim em ações, ao ponto que o post dele complementa o seu com muita sagacidade.
Sendo vc redatora, tens uma grande responsabilidade. És a tradutora das idéias, transforma o que é captado muitas vezes em percepções, em palavras que são registros.
Tens nesse manual exata medida do que pode ser o envolvimento moderno. Muito bom!

Rodrigo disse...

Achei muito interessante algumas questões levantadas, como a dúvida da dcamarneiro: como agir? Sinceramente amiguinha acho que o que conta para o homem numa mulher, é que ela esta sendo expontânea, ela está sendo ela mesma, pelo menos para mim isso conta muitos pontos...seja vc mesma, se o cara tiver que gostar, gostou, senão paciência...
e uma observação do amigo Adiel, o não infantil é ingrato na maioria das vezes, e quando nos situamos no estado que ou nossa paciência está curta, ou não há nada a dizer mesmo, é muito mais simples partir pra isso, porém, não deve ser tomado como resposta constante na nossa vida.

Gabriela Silva disse...

Uau pessoal! Tô gostando de ver o ritmo que estamos levando a discussão pra frente.
Rodrigo, obrigada pela colaboração nesse post e mais ainda na resposta às questões levantadas por nossos leitores.

Beijos pra todos!

José disse...

Este comentário é conciso ,-)

Anônimo disse...

necessario verificar:)